UOL Música

Universo Sertanejo

17/04/2010

Sobre Rick e Victor

Fiz uma entrevista com o Rick (Renner) e com o Victor, filho dele, com quem ele formou uma dupla no começo desse ano.

A conversa foi publicada no UOL ontem, pode ser conferida clicando aqui.

Perguntei pro Rick, entre outras coisas, sobre os boatos que diziam que essa nova dupla poderia ser o início da separação de Rick e Renner, e ele tratou de desmentir e contar que já tem CD novo ao lado do Renner sendo feito.

Pesquisando no YouTube, acabei encontrando um vídeo do ano passado, no qual os três, Rick, Renner e Victor, cantam "Não precisa perdão", sucesso do João Paulo e Daniel que muita gente conhece também com Jorge e Mateus e com João Bosco e Vinícius.

Por André Piunti às 05h59

16/04/2010

Luan Santana no Credicard Hall - Ingressos

Aviso para quem ainda quer ir ao show do Luan Santana no domingo, em São Paulo, no Credicard Hall.

Até as 20h de hoje, sexta-feira, rola uma promoção no UOL que vai dar cinco pares de convites para o show, além de levar duas pessoas no camarim.

Quem quiser saber como participar, é só clicar aqui.

Por André Piunti às 16h48


"Tapa na cara", a nova música de Zezé di Camargo e Luciano. Ouça!

A dupla Zezé di Camargo e Luciano lança nas rádios de todo o Brasil, na próxima segunda-feira, a canção "Tapa na cara", primeira música de trabalho do novo projeto da dupla, que deve ser lançado no mês que vem.

A música pode ser ouvida abaixo.

___

Tapa na cara

Seus olhos são laços 
Que prendem meus passos 
Nessa pressa de chegar 
Caminho sozinho entre pedras espinhos 
Procurando te encontrar 

Vejo uma porta entreaberta 
Me flerta o brilho do seu olhar 
Imagino ver você onde quer que eu vá 

Toda vez que procuro seu beijo 
Me perco me afogo em solidão 
Acordar de manhã  
E provar outros lábios
Com vazio no coração 
E você não pensou um segundo 
Bateu a porta e me disse não 

Tapa na cara eu sei que vai doer 
Mas não doi mais do que perder você 
É uma ilusão pensar que um dia 
Eu possa te esquecer 

Tapa na cara eu sei que vai doer 
Mas não dói mais do que perder você 
É uma ilusão pensar que um dia 
Eu possa te esquecer 
Se eu tiver que ser feliz é com você

Por André Piunti às 16h20


Programa Universo Sertanejo #14

Entrou no ar, nessa última quarta-feira, o programa Universo Sertanejo especial só com músicas marcantes dos anos 1980/1990.

Obviamente não dá para resumir tantos anos em um programa só, então o foco ficou mesmo nas músicas mais melancólicas, com aqueles arranjos que lembram mesmo o final dos anos 1980 e o começo dos 1990.

Alguns sugestões de vocês foram atendias, e agradeci, durante o programa, a todos que colaboraram.

Nessa edição, eu contei uma história sobre a música "Nem dormindo consigo te esquecer", sucesso do Gian e Giovani que foi gravada anteriormente pelo Zezé di Camargo em carreira solo.

Essa história eu tirei do vídeo que pode ser conferido mais abaixo, de uma entrevista que eu fiz com o César Augusto (produtor, compositor), que foi quem compôs a música.

Para os admiradores dessa época da música sertaneja, acho que a seleção musical vai dar para relembrar bastante aqueles tempos.

Para ouvir o programa, basta clicar na imagem abaixo.

Logo depois, o vídeo.

___

Por André Piunti às 01h14


Hudson Cadorini na TV

O nome oficial do novo projeto do Hudson acabou ficando Hudson Cadorini mesmo, não levará mais o nome "Banda Rollemax" junto, apesar de a banda continuar lá, sem mudança alguma.

A divulgação em programas de rádio e TV já começou, e ontem eles estiveram no "Manhã Maior", da RedeTV!.

Quem assistiu, pode ter tido uma impressão de que se tratava de uma dupla, já que o outro vocalista, Bruno Boncini, estava com Hudson, mas foi só impressão mesmo.

A quem interessar, o vídeo da apresentação pode ser conferido abaixo.

Por André Piunti às 00h25

15/04/2010

Sertanejos em programas de humor

Os cantores sertanejos foram atração em diversos programas de humor nos últimos dias.

Como já publicado aqui, domingo o "Pânico na TV" levou ao ar uma matéria com vários artistas do gênero (clique aqui para ver).

No dia anterior, Chitãozinho e Xororó participaram da estreia do "Legendários", da Record (clique aqui para ver).

Nessa segunda-feira, Rionegro e Solimões foram os convidados para o quadro "CQTeste", do CQC (clique aqui para ver).

Anteontem, terça, Fernando e Sorocaba estiveram no programa de rádio do Pânico, na Jovem Pan. (Parte 1 - Parte 2 - Parte 3 - Parte 4)

E ontem, foi a vez do Luan Santana ser o convidado do mesmo programa ( Parte 1 - Parte 2 - Parte 3 ).

Abaixo, a primeira parte da entrevista com o Luan.

Por André Piunti às 00h57


Entrevista com João Bosco, parceiro do Vinícius

O UOL Música publicou, ontem, uma entrevista que eu fiz com o cantor João Bosco, parceiro do Vinícius, na qual ele fala do novo trabalho, "Coração apaixonou", do sucesso da dupla no ano passado, e da relação deles com o "sertanejo universitário".

Para ler a entrevista, basta clicar aqui.

Por André Piunti às 00h55

14/04/2010

Jorge e Mateus em Goiânia

No último domingo, dia 11, a dupla Jorge e Mateus e o grupo Asa de Águia fizeram uma micareta em Goiânia que, pode-se dizer, compete em organização com qualquer outro evento musical no Brasil.

A ideia, claro, era essa.

A dupla estava na capital de seu estado, que se mobiliza cada vez que um artista "da casa" aparece para uma apresentação especial.

A festa foi organizada por uma das empresas que administra a carreira da dupla, a AudioMix, e contou com a cobertura do canal Multishow HD, que transmitirá a apresentação em alta definição no dia 28 de abril.

É a primeira vez que um show sertanejo será apresentado nesses moldes.

Foram 30 mil pagantes, mais cerca de dois mil convidados no estacionamento do Shopping Flamboyant. Dificilmente entro no assunto "organização", pois o foco aqui é música, mas a estrutura montada para o evento não conseguiu passar batido por ninguém.

Clicando sobre a foto lá embaixo, ela vai abrir em tamanho maior e vai ser possível ter uma ideia da magnitude do evento.

Nos camarotes, o meio musical em peso: empresários, artistas, executivos de várias rádios e de gravadoras. Todos os segmentos que fazem parte da engrenagem desse grande mercado sertanejo estavam por ali representados.

Em cima do trio, mais presenças ilustres: César Menotti e Fabiano, que saíram de um show em Minas Gerais direto para Goiânia, e cantaram "Ciumenta" e "Leilão", além de ficarem o show todo em cima do trio. Quem estava no trio para cantar também foi Marrone, que faz questão sempre de participar de eventos como esse quando pode.

Além deles, duas novas apostas locais, Gusttavo Lima e a dupla Humberto e Ronaldo, participaram da apresentação. 

A relação do goiano com a música sertaneja é curiosa de se acompanhar. Se ele já gosta de sertanejo naturalmente, parece que os conterrâneos ganham uma atenção toda especial, coisa que acontece pouco em estados como São Paulo, por exemplo.

O comportamento da dupla mostrava bastante a sensação de estar em casa. Apesar de serem normalmente animados em seus shows, estavam nitidamente mais a vontade na apresentação, ao ver a capital de seu estado, do qual saíram nomes como Zezé di Camargo e Luciano e Bruno e Marrone, mobilizada para assistí-los.

O shows sertanejos sobre trio elétricos têm aumentado, e Jorge e Mateus são uma das duplas que mais fazem apresentações nesse formato. Se há uma parcela considerável de pessoas descontentes com essa mistura de sertanejo e axé, o público desse tipo de apresentação parece continuar crescendo muito rapidamente em vários estados.

Esses shows "elétricos" escancaram de vez a mistura de ritmos que se tornou a principal característica do novo sertanejo, ou do "sertanejo universitário".

A impressão que dá é que os artistas novos que enveredam por esse caminho já não se importam tanto com as críticas, mesmo por que estão atingindo uma popularidade imensa fazendo as coisas do seu jeito.

E não é novidade para ninguém que o sertanejo é o estilo musical mais popular e rentável da atualidade.

O repertório da apresentação, bem mais extenso que o normal, teve, além dos sucessos da dupla, músicas de outros sertanejos, como Victor e Leo, Fernando e Sorocaba, João Bosco e Vinícius e Luan Santana, mostrando que, assim como nos anos 1990, os artistas de hoje sabem a importância da importância de caminharem juntos.

Jorge e Mateus estão terminando os trabalhos do novo CD, que deve ser lançado em pouco mais de um mês. Ainda não há nada nas rádios, mas a dupla já canta nos shows uma das músicas do novo projeto, chamada "Amo noite e dia", que pode ser conferida em alguns vídeos no YouTube (aqui e aqui).

Para se ter um pouco da ideia de como anda a popularidade deles, basta uma rápida passada pela agenda no site oficial.

Só na semana que vem, para citar apenas um exemplo, a dupla realizará cinco shows.

Quem quiser ver as duas fotos dessa postagem em tamanho maior, basta clicar sobre elas.

*Crédito das fotos: Rubens Cerqueira

Por André Piunti às 11h36

13/04/2010

A origem

Essa postagem tem o intuito de contar, de uma forma bem resumida e clara, por que e quando o termo "música sertaneja" começou a ser usado, ajudando a esclarecer uma das dúvidas mais recorrentes sobre esse estilo musical.

A cultura e a música caipira surgiram, como mostram os livros de história, da mistura de influências indígenas com culturas estrangeiras durante o período de colonização, o que torna difícil dar uma data de nascimento exata para a música caipira.

Com o termo "música sertaneja", o processo já é um pouco diferente. Grande parte dos historiadores considera 1929 como o surgimento da música sertaneja.

Nesse ano foi lançado o primeiro LP com músicas caipiras, bancado por Cornélio Pires (jornalista, escritor, folclorista, entre outras atividades), que acreditava que essa cultura poderia se expandir para além daquele pequeno nicho que a produzia e a consumia.

A ideia de Cornélio Pires, segundo sua biografia, não era de transformar a música caipira em um negócio, mas sim de mostrar que ela tinha tanto valor quanto outras culturas mais conhecidas e respeitadas no país.

No entanto, a partir do momento em que a essa música passou a ser feita também com o intuito comercial, ela recebeu o nome de música sertaneja, justamente para se diferenciar do que era feito unicamente pelos caipiras.

Esse disco de 1929, na verdade, era um 78 rotações, com uma música de cada lado, "Jorginho do Sertão" e "Moda de Pião" (escrito dessa forma), ambas compostas por Pires.

A interpretação ficou por conta da "Turma do Cornélio Pires", grupo da foto acima que contava com nomes que ficariam conhecidos anos depois, como Ferrinho, Sebastiãozinho, Caçula, Arlindo Santana, Mariano e Zico Dias.

Na verdade, as duas músicas são causos, algo tradicional na cultura caipira.

Aos que tiverem curiosidade, uma dessas canções, "Jorginho do Sertão", em gravação um tanto recente do Passoca, pode ser conferida abaixo.

Há um risco de se dizer que ela é a primeira música sertaneja da história pela confusão que isso pode causar mais tarde, mas é possível afirmar, no entanto, que ela marca o surgimento de uma terminologia que nos acompanha até hoje.

O mais curioso ao ouvir a canção é imaginar quanta coisa mudou nesses 81 anos de música sertaneja.

Por André Piunti às 01h50


Leandro e Leonardo no cinema

A história da dupla Leandro e Leonardo vai virar filme.

A informação foi confirmada pela assessoria do cantor

Angelo Salvetti e Diogo Boni, da sócios da "DB Filmes", estão em Nova York para viabilizar um longa metragem sobre a história da dupla, já bastante contada em programas de televisão.

Em uma entrevista recente, Leonardo disse achar interessante a ideia de um filme que retratasse sua história ao lado do irmão.

Lembrando que a história de outra dupla sertaneja, Chitãozinho e Xororó, deve ser filmada esse ano, só que para a televisão.

Por André Piunti às 01h49

12/04/2010

"Shakundun", novo projeto do cantor Giuliano

Hoje pela manhã, o empresário Claudinho Vilela e o cantor Giuliano, que formava dupla com Luiz Cláudio, resolveram mostrar no meio sertanejo a novidade que preparam para lançar nos próximos meses.

Trata-se de um grupo chamado "Shakundun", liderado pelo Giuliano, que toca uma mistura de ritmos que não se aproxima, na verdade, do sertanejo.

De acordo com Vilela, o projeto está ainda no início, e o vídeo que você pode conferir abaixo foi divulgado justamente para mostrar um pouco do que será essa nova banda.

A produção está por conta do próprio Giuliano, que já é bastante respeitado na área.

Pela qualidade do vídeo, é possível ver que o intuito é mesmo investir no projeto e dar prosseguimento a ele.

Quanto ao estilo musical, trata-se de uma mistura de diversos ritmos, que você pode ver a seguir.

Por André Piunti às 20h12


Sertanejos no "Pânico"

Foi ao ar ontem, no programa "Pânico na TV", a cobertura que Christian Pior, interpretado por Evandro Santo, fez da gravação do DVD "Direito de Viver 10", da qual quase 30 nomes do sertanejos participaram.

O ator, que chamou a atenção de todo mundo que passava pela saída dos camarins do Credicard Hall, conversou com Leonardo, Jorge e Mateus, Zé Henrique, Daniel, Gino e Geno, Roberta Miranda, José Rico, Rionegro e Solimões, Juliano Cezar e Victor e Leo.

O vídeo pode ser conferido abaixo.

Por André Piunti às 15h48


Rodeio de Jaguariúna anuncia novidades

Na semana retrasada, foi publicado um texto aqui comentando as mudanças que o rodeio de Jaguariúna sofreu para esse ano, após quatro pessoas terem morrido na festa do ano passado.

Na terça-feira da última semana, uma festa foi realizada em São Paulo para anunciar os novos parceiros do rodeio.

Por causa do ocorrido no ano passado, muito se especulou que a organização teria dificuldades em fechar parcerias.

A principal mudança comercial da festa é a entrada do patrocínio da Ambev, que colocará a Brahma como cerveja oficial do evento, substituindo a Crystal.

As rádios Band FM e a Nativa também fecharam acordo com a organização.

Por André Piunti às 15h19


Aviso aos navegantes

Estou em Goiânia, acompanhei a apresentação que Jorge e Mateus fizeram na cidade ao lado do Asa de Águia, e é por esse motivo que vocês não viram nenhuma postagem hoje pela manhã.

Daqui a pouco, de volta em casa, o ritmo do blog volta ao normal =)

Por André Piunti às 11h10

11/04/2010

Ah, Domingo...[31]

O "Ah, Domingo..." de hoje é uma homenagem.

Uma lembrança a uma das duplas mais importantes da música sertaneja: Léo Canhoto e Robertinho, que acabaram de lançar um DVD em comemoração aos 40 anos de carreira.

Foram responsáveis pela grande mudança ocorrida durante a década de 1970 na música sertaneja, que gerou grandes frutos, sendo Milionário e José Rico o maior deles.

Ficaram conhecidos durante anos como os "hippies" do sertanejo, pela forma de se vestir, pelas cabeleiras, além dos colares e anéis chamativos.

A história de como eles ajudaram a criar um novo estilo de música sertaneja fica para uma postagem especial, que virá falando sobre o novo trabalho deles.

Nesse domingo, fica aqui o vídeo de uma canção já postada nessa seção, mas em uma apresentação diferente, durante o programa "Viola, Minha Viola". 

Por André Piunti às 00h18

Sobre o autor

André Piunti, 25 anos, é formado em jornalismo pela Facamp (Faculdades de Campinas). Natural de Campinas-São Paulo, criou o blog Universo Sertanejo no ano de 2007. Apresenta, desde janeiro de 2010, o programa Universo Sertanejo, líder de audiência na Rádio UOL. Além do blog e do programa, é responsável pelas coberturas especiais sobre música sertaneja no UOL. Apresenta, aos domingos, o Cowboy Nativa, para toda a rede Nativa FM. É autor do livro "Música sertaneja - Uma paixão brasileira".

Sobre o blog

O Universo Sertanejo teve início em 2007, como trabalho e conclusão de curso. A ideia de um portal, como previa o projeto, passou por mudanças e deu espaço a um blog, que se tornou referência em um pequeno espaço de tempo. Maior canal de notícias sobre música sertaneja, o Universo Sertanejo mantém suas atualizações diárias desde março de 2008. Veículo reconhecido no meio, juntou-se ao UOL em janeiro de 2010. contato@universosertanejo. com.br

Site Meter