UOL Música

Universo Sertanejo

25/09/2010

Paula Fernandes de música nova

A cantora Paula Fernandes, que grava seu primeiro DVD no dia 5 de outubro, em São Paulo, divulgou um video e um ensaio da nova canção "Navegar em mim", que estará nesse seu próximo trabalho.

A música é menos romântica do que as últimas trabalhadas por ela, e em alguns trechos chega a ser quase uma canção country.

Segue abaixo o vídeo.

Por André Piunti às 11h26


Registros

Foi publicado aqui, ontem, um vídeo exclusivo da dupla Fernando e Sorocaba em Madri.

Ontem, também, a dupla César Menotti e Fabiano lançou um vídeo com registros da viagem à Milão, onde a dupla se apresentou em agosto.

O vídeo pode ser conferido abaixo.

Por André Piunti às 11h18


Campinas Country Music

Acontece, nesse domingo, a primeira edição do Campinas Country Music, evento que reunirá, em mais de 10 horas de shows, as duplas Chitãozinho e Xororó, Victor e Leo, César Menotti e Fabiano, João Bosco e Vinícius, Maria Cecilia e Rodolfo e Mauricio e Mauri.

De acordo com a programação divulgada, a dupla Fernando e Sorocaba é a primeira a entrar no palco, às 14h, e Mauricio e Mauri ficam responsáveis pelo encerramento, por volta das 23h (como a gente sabe, as programações desses eventos estão sempre sujeitas a alguma alteração).

O Campinas Country Music é um evento da Everest Entretenimento, que inaugura as parcerias do Universo Sertanejo com grandes eventos do país.

Nas próximas semanas, explicarei mais aqui sobre o assunto, além de anunciar novidades em relação a essas parcerias.

Por André Piunti às 11h18

24/09/2010

E o sertanejo vence o "Ídolos"

Na madrugada dessa sexta-feira, Israel Lucero, de 16 anos, venceu o programa "Ídolos", da Record.

Foi a segunda vez que um sertanejo vence esse formato de reality show, tão destacado na televisão desde a década passada.

O primeiro havia sido Tiago Silva, da dupla Hugo e Tiago, em 2004. Tiago venceu o Fama, apresentado pela Globo, mas foi conseguir sucesso ao formar dupla com Hugo, que também havia participado do programa.

Desde o começo dessa edição do "Ídolos", era clara uma maior boa vontade dos jurados para com candidatos sertanejos.

Pelas experiências negativas com todos os outros vencedores, que não conseguiram destaque, e pelo alcance enorme que o sertanejo e suas derivações têm hoje, Israel já carregava certo favoritismo desde o início das fases eliminatórias.

O jovem de 16 anos sai do programa com a estrutura da Record por trás e, mais importante, diante de um mercado aquecido que tem sido mais do que receptivo a novidades.

Com diversos garotos virando aposta dentro do meio sertanejo, a tarefa de transformar o vencedor em um artista de sucesso será, pelo menos, um pouco menos árdua do que as experiências passadas.

O estilo passará por algumas mudanças, já que Israel tem uma influência clara do estilo de cantar dos anos 1990 (assim como tinha o desprezado Marcos Duarte, no ano passado), e seu principal público consome algo mais "jovem".

De resto, boa sorte ao rapaz, mais um exemplo da força que tem hoje a música sertaneja.

Por André Piunti às 01h22


Aos fãs

Durante a viagem para Madri, Fernando e Sorocaba fizeram algumas filmagens, fotografaram para a imprensa e tudo mais.

A equipe da dupla também fez seus registros, e ontem montou um vídeo com essas imagens.

Trata-se de um clipe ao som, logicamente, de Madri.

Recebi ontem o arquivo, e ele esta postado na conta do Universo Sertanejo no YouTube.

Aos fãs mais curiosos em ver um pouco mais de como foi a viagem da dupla, o vídeo segue abaixo.

Por André Piunti às 01h06

23/09/2010

De olho no carnaval

A dupla Guilherme e Santiago grava, no próximo domingo (26), em Goiânia, seu quarto DVD.

O repertório será baseado no recente DVD "Tudo tem um porquê", só que com uma diferença: todas as canções serão regravadas em ritmo de axé.

O lançamento é previsto para o começo de 2011, visando o carnaval.

A gravação acontecerá durante o Goiânia Country Folia, em um trio elétrico.

A produção, assim como o trabalho anterior, ficará por conta do Pinóchio.

Haverá, sim, algumas músicas inéditas.

Por André Piunti às 16h14


Leonardo canta com Erick e Leo

A dupla Erick e Leo regravou, no mês passado, uma música de seu próprio repertório, "Cai na real", só que agora do lado do Leonardo.

Os irmãos já fizeram parte da Talismã, empresa de gerenciamento artístico do cantor.

Em uma conversa rápida, no dia da gravação do DVD do Leonardo, no início do ano passado, o cantor comentou que gostava da música.

A oportunidade da parceria surgiu mais de um ano depois, e o resultado pode ser conferido abaixo.

Por André Piunti às 10h06


Programa Universo Sertanejo #37

Fala, pessoal.

Entrou no ar, no final da tarde de ontem, a trigésima sétima edição do programa Universo Sertanejo, na Rádio UOL.

Esse programa foi especialmente feito com os hits desse ano, baseado naquela postagem feita aqui duas semanas atrás.

Na seleção musical, doze canções citadas aqui no texto e nos comentários, que indiscutivelmente dominaram as paradas sertanejas durante todo o ano.

Entre as canções, "E daí", "Fugidinha", "Meteoro", "Amo noite e dia" e "Sem esse coração".

Para ouvir, basta clicar na imagem abaixo.

Por André Piunti às 01h29


Promoção - Ingressos para o DVD de Eduardo Costa

O Universo Sertanejo vai dar 25 pares de convites para a gravação do DVD do Eduardo Costa, no sábado da semana que vem, dia 2.

A gravação acontecerá no Credicard Hall, em São Paulo.

Os ingressos dos vencedores deverão ser retirados lá na própria bilheteria, pouco tempo antes do show (isso será combinado mais para frente).

Despesas com transporte ou hospedagem são por conta dos ganhadores.

Para concorrer, você deve responder: "Qual é a atual música de trabalho do Eduardo Costa?", no espaço para comentários dessa postagem.

A promoção vai até às 23:59 do dia 29 de setembro.

No dia 30, pela manhã, o resultado será publicado por aqui.

Não esqueçam de deixar o email de vocês na hora de participar =)

Por André Piunti às 00h32

22/09/2010

Entrevista: Marciano

São 33 anos de carreira, 16 ao lado de João Mineiro, e 17 sozinho.

Lançou, em 2009, seu 10º CD solo, e faz entre três e quatro shows por semana.

Marciano, da lendária dupla João Mineiro e Marciano, traz no currículo várias composições de sucesso, além dos 12 milhões de discos vendidos ao lado do ex-parceiro.

Em entrevista ao Universo Sertanejo, ele fala de sua ex-dupla, de sua carreira, e de seus sucessos, tão cantados hoje pelas duplas da nova geração.

___

No final da década de 1980, vocês disputavam com Chitãozinho e Xororó o posto de dupla sertaneja mais popular. Como começou João Mineiro e Marciano, como foi traçada a história da dupla?

Conheci o João em 70, ficamos amigos e decidimos cantar juntos, mas nosso sucesso mesmo é dos anos 80. Na Copacabana (gravadora), nós vendemos 100 mil discos do LP que tinha "Esta noite como lembrança". O segundo sucesso veio com "Dia sim, dia não", que já vendeu 400 mil. Tudo mudou em 1986, quando a gente gravou "Seu amor ainda é tudo". Foram 2 milhões e 200 mil cópias. Em seguida, veio outro estouro, com "Ainda ontem chorei de saudade", que vendeu quase o mesmo.

Duas músicas do Moacyr Franco, que nunca foi compositor sertanejo, né?

Pois é, a história é boa. Eu namorava uma moça de Campinas e ela tinha um compacto do Moacyr Franco, que tinha "Pedágio", de um lado, e "Seu amor ainda é tudo", do outro. A música não aconteceu com o Moacyr, só que eu não quis gravar porque achei muito avançada pra época, achava que não ia ser bem recebida pelo público. Só três anos depois, eu lembrei dela e resolvi gravar, e estourou. Eu era muito fã dele. Gostava muito da forma que ele colocava as palavras, e além disso, o timbre dele era parecido com o meu, então as músicas combinavam comigo.

Uma das características mais fortes da dupla eram as letras muito melancólicas, os dramalhões, como "A baliarinha", "Paredes azuis", histórias realmente tristes. De onde surgiu a ideia de seguir por essa linha?

Cara, é até engraçado. Eu comecei a fazer composição boa mesmo, de verdade, quando eu conheci o Darci Rossi, já em 80. Foi com ele que eu compus "Fio de cabelo". Eu achava que precisava ser mais incisivo, ter letras mais pesadas, pra diferenciar do que tava acontecendo. Então a gente pegava histórias de vidas, de relacionamentos, de qualquer tipo, e partia pro lado triste. Foi proposital por achar que faltava isso, e acabou dando certo. Nossa principal composição foi "Fio de cabelo".

E por que você não gravou "Fio de Cabelo", deu pro Chitãozinho e Xororó?

A história foi exatamente assim: eu mostrei pro João Mineiro e ele achou muito pesada pra época, achou que precisava de músicas mais leves, mais jovens, pra pegar um público novo, e a gente acabou descartando. Mandei, então, pro Célio Roberto, que tava estourado, e ele também não quis. Decidi mandar pro Valderi e Mizael, que tinham um programa na rádio Record. Um dia, o Chitãozinho tava na rádio e ouviu a dupla ensaiando a música, gostou e pediu pra gravar. O Valderi comentou que achava a música boa, mas que o começo era muito baixo e o refrão muito alto, então não caberia na voz deles, e mandaram o Chitão e o Xororó me procurarem. Três meses depois de ser sido gravada, a música já tava estourada no Brasil todo, e aí minha carreira deslanchou.

Deslanchou, vendeu mais de 12 milhões de discos e foi parar na televisão...

É, nós fomos parar o SBT. Nós já tínhamos programa de rádio, e o Silvio Santos resolveu abrir os domingos de manhã pros sertanejos, pro Chitãozinho e Xororó, Milionário e José Rico, e pra gente. O programa levava nosso nome, então juntou o sucesso das músicas com nossa imagem na televisão, o que consolidou mesmo a gente.

Em meio a histórias tristes, havia frases bem humoradas e alguns gritos no meio das músicas. Além disso, havia também o bordão "deixa cair". De onde veio isso?

Essa é muito boa. Eu adorava música mexicana, achava divertido ouvir um Mariachi cantando, dando aqueles gritos no meio das músicas, e eu fazia isso quando cantava as minhas. No programa que eu tinha no rádio, eu anunciava uma música e falava "deixa cair", que seria como "deixa rolar", "deixa tocar". O Zé Homero, que produzia a gente na época, deu a ideia de levar esse bordão pras nossas músicas. Era uma brincadeira, mas acabou pegando e virando marca.

Vocês estavam estourados e se separaram em 1992, quando o sertanejo começava a invadir todas as rádios e televisões no país. O que aconteceu?

Na verdade, a gente não chegou a brigar antes de separar, foi mesmo um desgaste, incompatibilidade de gênios, cabeças muito diferentes. Mais do que isso eu não posso falar, por que tem processo rolando na justiça, então eu não falo sobre o assunto. (nota do blog: há um problema judicial por uso indevido do nome da dupla, mas o cantor não quis comentar, nem em off, sobre o assunto).

Há alguma chance de voltar com a dupla?

Não.

E desde 1993, você segue carreira solo...

É, então. Em 93, a música "Paixão Proibida me rendeu disco de ouro, era uma composição minha com o Valdir Luz. O segundo foi pela EMI, gnhou disco de ouro, e teve a música "Miragem" na novela "Estrela de Fogo", da Record.

Tem muita música do João Mineiro e Marciano sendo regravada nos últimos anos, principalmente "Seu amor ainda é tudo" e "Ainda ontem chorei de saudade". Como você se sente ao ver as músicas sendo cantadas por uma geração que não acompanhou o sucesso da dupla?

Cara, é muito bom. Além de mostrar que nosso trabalho foi muito bem feito, muita gente acaba sendo apresentada ao meu trabalho por causa desse pessoal novo. Isso dá pra ver quando eu faço um show e vejo pessoas de idades diferentes. Pessoal de 20 anos ou crianças cantando "Seu amor ainda é tudo", é por causa dessas duplas novas que fizeram esse resgate. Toda essa lembrança que as novas duplas fazem dos anos 80 e 90 mostra que nosso trabalho foi muito forte.

Você acha que no meio sertanejo hoje, há espaço para alguma dupla que adote uma linha tão romântica quanto vocês?

Olha, cara. A forma de fazer sucesso hoje é um pouco diferente. Eu acho que tem espaço sim, se você tiver condições de fazer um disco e investir pesado na divulgação, você consegue, a realidade hoje é assim. Antigamente, a rádio fazia seu sucesso. Hoje, você impõe o sucesso a ela. E, sinceramente, hoje é melhor. Na época que eu tinha a dupla, a gente tinha que se submeter a gravar músicas que não agravadam a gente só porque a gravadora queria, era muito ruim. Hoje, as duplas e os empresários fazem o trabalho do jeito que eles querem e investem do jeito que eles querem. É um modelo que precisava ser adotado e que é mais positivo. Se você souber trabalhar com esse meio, você consegue emplacar um trabalho diferente sim.

Como funciona seu trabalho hoje? Quais as preocupações que você tem, o que você faz para se colocar nesse meio tão aquecido?

Eu me considero bem adaptado. Hoje eu faço meus 3, 4 shows por semana, produzo meu próprio disco e negocio com a gravadora. Faço o mesmo que as duplas novas fazem, que é a melhor coisa que tem. Eu continuo seguindo minha linha, compondo minhas músicas românticas. Agora, com o CD ao vivo, eu tô entrando pra divulgação em São Paulo com a música "Antes que você se vá", então o pessoal da capital vai ouvir falar mais do trabalho. Outra música que tá vindo espontaneamente é "Vida Real", que eu gravei ao lado do Rick. Deve virar a de trabalho logo depois.

Qual foi a ideia desse seu DVD?

Esse DVD foi gravado em Araraquara, em SP, e eu queria fazer um trabalho voltado pra minha carreira, com as duplas do meu tempo, aí eu convidei o Milionário e José Rico, o Matogrosso e Mathias, o Rick e Renner e o Dani e Danilo, que foi a dupla que me ajudou a realizar o DVD ao lado da Sandra Muniz. Ele foi lançado pela Atração.

Como você se sente hoje? Há alguma mágoa do passado, alguma nostalgia pelos anos de sucesso ao lado do João Mineiro?

Uma coisa que eu não tenho é nostalgia, saudade, essas coisas. Eu vivo meu futuro, meus dias, eu gosto de coisas novas. Eu agradeço muito a Deus pelo meu passado, mas também por tudo que ele continua me dando.

Você teve um problema de saúde dois anos atrás, mas pouca coisa foi noticiada.

Tive um probleminha no coração, fiquei afastado três meses, mas não falei muito disso, não gosto de aparecer com essas coisas. Estou muito bem, e prefiro dar destaque pro meu trabalho.

Você ganhou muito dinheiro, com shows, venda de discos e composições. Você conseguiu guardar?

Olha, quando eu saí de um casamento, no começo dos anos 90, eu deixei alguns bens, como acontece normalmente. Mas eu soube guardar sim, continuo com meus apartamentos no Guarujá, meu sítio em Bauru, meus apartamentos em São Caetano, onde eu moro. Deu pra guardar bem sim.

Qual música você considera o maior sucesso da sua carreira?

A discussão é boa. Com "Seu amor ainda é tudo", nós vendemos mais de 2 milhões de cópias. Com "Ainda ontem chorei de saudade" quase 2 milhões. Por mais que a primeira tenha vendido mais, acho que "Ainda ontem chorei de saudade" foi o grande sucesso.

Por André Piunti às 09h27


Ch&X 40 anos - Entre Amigos

Na próxima terça-feira, 28, Chitãozinho e Xororó gravam o DVD "Ch&X 40 anos - Entre Amigos", com a participação de diversos artistas sertanejos. 

Em julho, eles fizeram um projeto semelhante, mas ao lado de artistas da nova geração.

A gravação acontecerá no Via Funchal, em São Paulo, e os ingressos custam R$ 100 o de pista, e R$ 120 de mezanino.

A assessoria da dupla colheu algumas declarações sobre a dupla, e eu as reproduzo abaixo.

Logo em seguida, a lista publicada aqui duas semanas atrás, das duplas convidadas.

-Daniel

"Já estivemos juntos nos Clássicos Sertanejos, na época com o saudoso João Paulo, no projeto Amigos, e eu pude ser presenteado também com a participação da dupla em meu DVD de 20 anos de carreira. Chitão e Xororó são referências para mim e para a música sertaneja. Eles marcam um divisor de águas para o nosso estilo"

-Rick (Renner)

"Além de grandes profissionais, Chitãozinho e Xororó são grandes amigos. Me espelho neles e sinto grande respeito e carinho. É uma realização participar desse DVD. Trata-se da melhor dupla sertaneja"

-Victor e Leo

"A carreira de um artista, em muitos momentos, se desdobra e ganha cor pelo que se faz fora dos palcos. No sentido de haver postura, atitude, foco, preservação de essência e sensatez. É no exemplo de quem sabe agir assim que nos miramos: Chitãozinho e Xororó. Um nome em que família, respeito e arte querem dizer a mesma coisa"

-Cezar e Paulinho

"Eles são uma referência para a nossa carreira. A festa é de Chitãozinho e Xororó, mas nós ganhamos o presente em participar desse evento que será um marco na música sertaneja brasileira"

___

-Bruno & Marrone
-César Menotti & Fabiano
-Cezar & Paulinho
-Daniel
-Edson
-Gian & Giovani
-Leonardo
-Milionário & José Rico
-Rick & Renner
-Rio Negro & Solimões
-Roberta Miranda
-Sérgio Reis
-Victor & Leo
-Zezé di Camargo & Luciano

Por André Piunti às 09h10

21/09/2010

Leonardo e Paula Fernandes

A cantora Paula Fernandes confirmou os dois convidados que participarão de seu DVD, com gravação marcada para o dia 5 de outubro, em São Paulo.

São eles: Leonardo e a dupla Victor e Leo.

___

O novo CD do cantor Leonardo foi anunciado para a segunda quinzena de outubro.

O trabalho, produzido por Luiz Carlos Maluly, vai se chamar "Alucinação".

As fotos para o novo disco foram feitas na Estação da Luz, em São Paulo. A foto abaixo foi tirada durante a sessão.

Por André Piunti às 10h04


Questão de interpretação

Nesses últimos dias, muita gente comentou por aqui sobre as interpretações do Bruno, parceiro do Marrone, em suas músicas.

Creio que a maioria daqui conheça o Ricky Vallen, cantor que durante muito tempo participou do programa do Raul Gil, interpretando, de forma mais performática, várias canções de sucesso.

Em 2008, ele lançou um disco chamado "Homenagens", no qual havia algumas regravações de música sertaneja.

Duas, postadas abaixo, chamam a atenção:

A primeira, "São Tantas Coisas", provavelmente a melhor regravação já feita do sucesso da Roberta Miranda.

A segunda, "Se Deus Me Ouvisse", do Chitãozinho e Xororó.

___

Por André Piunti às 10h02

20/09/2010

Renato Teixeira, Sérgio Reis e Victor & Leo juntos. Ouça!

Após nove meses de sua gravação, foi lançado pela Som Livre, o CD/DVD "Amizade Sincera", de Renato Teixeira ao lado de Sérgio Reis.

O trabalho traz diversas canções de sucessos de ambos, e uma das participações é da dupla Victor e Leo.

Além de "Vida Boa", sucesso dos irmãos, Victor e Leo cantaram "E quando o dia nascer" ao lado de Teixeira e do Serjão.

A composição é do Renato Teixeira ao lado do Victor.

A canção pode ser ouvida abaixo.

___

E quando o dia nascer
(Renato Teixeira/Victor Chaves)

Sei que o horizonte dessa estrada
Não pode acabar em nada
Você há sorrir pra mim
Mas as palavras não dirão
Se os ventos que nos levarão
Virão

Sei que as aparências não enganam
Quando aparentemente inflamam
O meu olhar o seu olhar
Prefiro não me arrepender
A simplesmente não dizer
Te amo

E quando o dia nascer
Você abre a janela
E deixa o sol entrar
E deixa o sol entrar
Pela janela

Por André Piunti às 11h19


Bruno e Marrone lançam "Sonhando"

A dupla Bruno e Marrone lança hoje, nas rádios, "Sonhando".

No site oficial da dupla, há um clipe, que pode ser assistido aqui.

A canção é de Anderson Richards, vocalista do grupo Mr. Gyn, e foi feita em homenagem a seu pai, já falecido.

A música pode ser ouvida abaixo.

___

Sonhando
(Anderson Richards)

Se passo o dia, paro e escuto o vento
E ainda não posso entender
Como o improvável insiste em acontecer

Se ando sempre no mesmo caminho
E ainda me encontro com alguém
E vejo que não estou sozinho, eu sei

Se passa o dia, o tempo e conto as horas, e eu sem perceber
Que estou parado vendo o seu retrato, e não vou mais te ver
E vou tentando aceitar

Às vezes fujo, corro de mim mesmo, canso e me esqueço de lutar
Sabendo que não posso ser tão tolo assim
Quando me vejo já estou cantando
Solto minha voz e desabafo enfim

Se o telefone toca, eu já sei mesmo que não é você
Se tudo que um dia me falou, eu vejo agora acontecer
Se a saudade aperta e eu não tenho nada a fazer
Se não apenas chorar

Não vou mais querer explicar, eu já sei
Alguém me soprou e falou
Tudo sobre você, que ainda eu vou te ver

Eu quero deitar e sonhar outra vez
Tocar, te ouvir, te sentir
E poder te dizer, como eu amo você
Tocar o meu violão e te ver
Me pedindo pra viver

Por André Piunti às 09h10


Rapidinhas...

-Bruno e Marrone

Hoje, estreia nas rádios a nova música de trabalho de Bruno e Marrone, "Sonhando". A canção foi publicada por aqui na última sexta-feira. Quem quiser conferir, é só rolar a tela para baixo ou clicar aqui. Foi lançado também um clipe, que pode ser conferido aqui.

___

-Renner

O cantor Renner desistiu de sua candidatura ao Senado pelo estado de Goiás, alegando insatisfação com a campanha. Nas pesquisas, ele aparecia em quarto lugar.

___

-Luan Santana

Deve virar um dos assuntos mais comentados do dia a briga do Beto Barbosa com a produção do Luan Santana, em um hotel em Belém. Segundo informações que começam a sair, Beto Barbosa, embriagado, teria discutido com algumas pessoas da produção do cantor e agredido fisicamente Dagmar Alba, assessora do Luan, com um chute no braço. Foi aberto inquérito e a polícia espera Barbosa para ser ouvido.

___

-Ídolos

O programa "Ídolos" acaba na próxima quinta-feira, e tem um representante sertanejo na final: Israel Lucero, que enfrenta Tom Black. O programa de encerramento contará com a participação do cantor Daniel.

___

-Setembro

No último dia 12, fez 13 anos da morte de João Paulo. Ontem, dia 18, fez um ano do falecimento do Falcão, da dupla Felipe e Falcão.

___

-Michel Teló

O cantor se apresenta, no dia 3 de outubro, no "Domingão do Faustão".

___

Eduardo Costa

O cantor Eduardo Costa, que grava seu segundo DVD no dia 2 de outubro, anunciou a dupla Alex e Konrado como convidada. É o terceiro nome anunciado, ao lado de Belo e Paula Fernandes.

___

-Na lista do ECAD

Na semana passada, foi postado aqui um texto falando sobre a disputa pela liderança do Ecad. Victor Chaves e Sorocaba são, respectivamente, primeiro e segundo lugares. Quem também aparece entre os 10 primeiros é Euler Coelho, autor de "Chora, me liga" e "Voa, beija-flor". O compositor está em oitavo lugar.

___

-Rádios

Mais 34 rádios no interior de Goiás leem as "Rapidinhas". Quem tem programa de rádio e também lê as notícias, pode enviar email que eu conto por aqui.

___

-Comentários

Comentários que fugirem dos assuntos das postagens e virarem discussões pessoais, serão apagados.

___

-Edson

O cantor Edson conversou com fãs via webcam, na última semana. Alguns momentos foram selecionados e colocados no Youtube.

___

-Internacional

Há um programa na Record Internacional, feito em Madri, chamado "Sons do Brasil". Na última semana, foi feita uma entrevista com Fernando e Sorocaba um dia após a apresentação da dupla na capital espanhola.

Por André Piunti às 08h39


Daniel no "Ensaio"

No domingo da semana passada, dia 12, o cantor Daniel participou de um dos programas musicais mais interessantes da TV brasileira, o "Ensaio", da TV Cultura.

E, quem assistiu, deve concordar que foi um dos grandes programas de 2010 envolvendo um sertanejo.

A atração é extensa, mas quem tiver tempo para assistir inteira, vale a pena.

Parte 2 - Parte 3 - Parte 4 - Parte 5 - Parte 6

Por André Piunti às 02h07

Sobre o autor

André Piunti, 25 anos, é formado em jornalismo pela Facamp (Faculdades de Campinas). Natural de Campinas-São Paulo, criou o blog Universo Sertanejo no ano de 2007. Apresenta, desde janeiro de 2010, o programa Universo Sertanejo, líder de audiência na Rádio UOL. Além do blog e do programa, é responsável pelas coberturas especiais sobre música sertaneja no UOL. Apresenta, aos domingos, o Cowboy Nativa, para toda a rede Nativa FM. É autor do livro "Música sertaneja - Uma paixão brasileira".

Sobre o blog

O Universo Sertanejo teve início em 2007, como trabalho e conclusão de curso. A ideia de um portal, como previa o projeto, passou por mudanças e deu espaço a um blog, que se tornou referência em um pequeno espaço de tempo. Maior canal de notícias sobre música sertaneja, o Universo Sertanejo mantém suas atualizações diárias desde março de 2008. Veículo reconhecido no meio, juntou-se ao UOL em janeiro de 2010. contato@universosertanejo. com.br

Site Meter